quinta-feira, 2 de abril de 2009

Como se identifica a boa educação? Modas e regras de ontem e de hoje...

É verdade. Os tempos mudam, os conceitos alteram-se e, com eles, a ideia que fazemos das coisas também.

Não há muitos anos era impensável um filho levantar-se da mesa sem pedir autorização ao pai. Depois de um pedido qualquer, ou de um recebimento de ajuda, o "obrigado" era uma obrigação.

Não se coçava a cabeça à mesa, a faca e o garfo eram indispensáveis e muito menos se podia meter o dedo no nariz...

Coçar o traseiro era sinal de calote e uma grande falta de educação. Ninguém usava roupa amarrotada e um "desculpe", ou um "se faz favor" eram frequentes! Dizer palavrões era algo impensável e muito mal ficava classificado um homem que falasse mal ao pé de uma mulher.

Respeitavam-se os cabelos brancos, cuja cor hoje nem é precisa para se ser "cota".

Não se andava, namorava-se à janela! O namorado pedia autorização ao pai da moça para namorarem, hoje os pais deparam-se com um "casamento, o que é isso?"...

No Parlamento não se assistia à vergonha que é ver as pessoas a insultarem-se umas às outras pela simples divergência de opiniões. Dantes as pessoas eram educadas e respeitava-se quem pensava de forma diferente. As pessoas sabiam calar-se.

Não se cuspia no chão e as mangas da camisa ficavam ridículas se saíssem demasiado da manga do casaco, mas a gravata tinha de ser curta e em forma de rabo de bacalhau.

Qualquer cavalheiro cedia o seu lugar a uma senhora nos transportes, hoje não falta o cavalheirismo, mas faltam lugares vagos... e educação...

Ninguém se assoava à mesa, a menos que fosse um labrego e cortar as unhas à noite nem pensar, pois era morte certa para um qualquer familiar, para além de ser uma grande porcaria.

O sexo, bem... oficialmente só depois do casamento, ou seria um escândalo e casamento antecipado, para salvar a honra.

Por gentileza, se faz favor, desculpe, por quem sois, com a devida vénia, disponha sempre... e por aí fora, eram expressões típicas de uma cultura e sinónimos de boa educação, que todos se esforçavam por apresentar!...

E hoje, como é?

Qual é a definição de boa educação que temos hoje em dia?

Nenhum comentário:

Postar um comentário