sexta-feira, 20 de novembro de 2009

EXEMPLOS DE RIOS



Existem situações que nos parecem insolúveis.

Muitos se desesperam numa busca infrutífera de uma saída para elas. E com isto toda a capacidade pessoal de luta, todo o potencial criativo acaba sendo canalizado numa única direção.

Todos os outros aspectos da vida ficam abandonados à espera de que um único problema seja resolvido. Então, por não aceitar uma aparente derrota em nossos planos, deixamos de perceber tantas outras coisas que poderiam nos fazer felizes.

Não se trata aqui de fingir que os problemas não existem, mas sim de dar-lhes a dimensão correta. Muito mais importante do que ter um desejo atual satisfeito é perceber-se que a vida é um ciclo contínuo.

As tormentas sempre existiram e sempre continuarão a existir, mas o sol sempre voltará a iluminar e a permitir a continuidade da vida.

Observando a Natureza podemos confirmar que tudo está em constante movimento, tudo está em permanente processo de adaptação. E é exatamente por não haver uma interrupção no processo de renovação que ela é forte.

Imagine a água de um rio que tenha seu curso bloqueado; em pouco tempo ele traçará outro caminho. Se não o fizesse transbordaria.

Deveríamos proceder como os rios.

Se um caminho é impossível de ser trilhado, por que não buscarmos outra direção?

Nenhum comentário:

Postar um comentário