sexta-feira, 20 de novembro de 2009

VOCÊ FAZ A DIFERENÇA



Por que deixar que a rotina se imponha em nossas vidas?

Por que nos acomodarmos às situações cotidianas?

Será o desânimo ou será a descrença que nos levam a agir desta forma?

O fato é que não nos damos conta de que vamos permitindo que situações desagradáveis se transformem em condições permanentes. No início ainda sentimos um certo desconforto, mas, vamos deixando para tomar uma atitude mais tarde. E este mais tarde nunca acontece.

Isto ocorre não apenas em nossa vida pessoal, mas também dentro de nossas relações familiares, amorosas, profissionais. E vai se estendendo à todas as outras formas de relacionamentos. Reclamamos daquilo que nos desagrada, mas, será que fazemos alguma coisa para modificá-lo? Quase sempre atribuímos a culpa aos outros, e estes, por sua vez, fazem o mesmo. É cômodo? Talvez seja, pois agindo desta maneira não é preciso buscar soluções.

Mas por que não começar a criar as condições que poderão melhorar nossa qualidade de vida?

Por que deixar nas mãos de uns poucos a responsabilidade que é de todos nós?

Pense! Aja! Lembre-se de que:

VOCÊ FAZ A DIFERENÇA!

Nenhum comentário:

Postar um comentário